Slow Design em Design de Produto

Slow Design  é um ramo do movimento “Slow Movement”, que começou com o conceito de “Slow Food”., um termo contrastante de “Fast Food”. O movimento do slow design acompanha a filosofia da qual foi pioneiro o Slow Food, originário na Itália – contraposto ao estilo Fast de vida preconizado pela sociedade norte-americana nesta nossa era pós-industrial. Tal como acontece com todos os ramos do Slow Movement, o objetivo principal do Slow Design é o de promover o bem-estar dos indivíduos, da sociedade e do meio ambiente natural. O Slow Design possui uma abordagem holística para a concepção que tem em consideração uma ampla gama de fatores materiais e sociais, bem como os impactos de curto e longo prazo do projeto.

Sustentabilidade, por sinal, é de fato um dos pilares do Slow design. O objetivo é mesmo reduzir o impacto ambiental no processo de manufatura, tanto no que diz respeito aos materiais utilizados como na otimização do uso de mão de obra e das atividades de logística.

 Slow design é caracterizado por 6 princípios:

1 Revelar : O Slow Design revela espaços e experiências na vida quotidiana que muitas vezes são tidos emconsideração, incluindo os materiais e processos que podem ser facilmente esquecido na existência ou a criação de um artefacto.

2 Expandir : O Slow Design considera as reais e potenciais “expressões” de artefatos e ambientes além de sua funcionalidade , os seus atributos físicos e durabilidade.

3 Refletir : Artefatos e ambientes do Slow Design  induzem uma maior contemplação e consumo reflexivo .

4 Empreender : processos de Slow Design são “open source” e colaborativos , contando com a partilha, cooperação e transparência das informações para que projetos possam continuar a evoluir no futuro.

5 Participar: O Sow Design incentiva as pessoas a tornarem-se participantes ativos no processo de design, abraçando as idéias de convívio e troca de promover a responsabilidade social e melhorar a comunidade.

6 Evoluir: O Slow Design reconhece que experiências mais ricas podem surgir a partir da maturação dinâmica de artefatos e ambientes ao longo do tempo . Olhando para além das necessidades e circunstâncias de hoje, os processos de Slow Design o e os resultados tornam-se agentes de preservação e transformação.

Um caso evidente na área de design de Produto, é a colecção de projectos de Zanini De Zanine.A abordagem de design de Zanini De Zanine , um dos mais promissores talentos de hoje de design brasileiros , é caracterizada por uma atitude para com os materiais acompanhada por uma condição obrigatória : a reciclagem . Isso reflecte-se na utilização de madeira reciclada , uma matéria-prima que foi enraizada na cultura brasileira desde os tempos da colonização Portuguesa , assim como também fazem a  reutilização e reciclagem de outros materiais, como plástico , metal, palha.

Os objetos realizados, são assim, aptos para a vida quotidiana real, onde a modernidade misturada com tradição exala um espírito inventivo. No seu estúdio  de arquitetura com sede no Rio de Janeiro,a sua equipa e ele desenvolvem uma infinidade de projetos de design : de design de interiores,  projetos arquitetónicos ou até mesmo projetos sob encomenda , eles estão firmemente convencidos de que a interação entre as disciplinas é fundamental para se compreender a essência de espaço e estética . Ele acredita que a cultura de um local evolui quando se combina passado com inovação.

A poltrona Borges, de Zanini de Zanine. Cadeiras para sentar ao estilo “largadão” brasileiro.A poltrona Borges, de Zanini de Zanine. Cadeiras para sentar ao estilo “largadão” brasileiro.

 

A mesa Quadro, também do designer Zanini de Zanine, é feita de ipê reaproveitado de demolições.

A mesa Quadro, também do designer Zanini de Zanine, é feita de ipê reaproveitado de demolições.

 

O banco Prisma, de Zanini de Zanine, foi projetado para longa durabilidade.

O banco Prisma, de Zanini de Zanine, foi projetado para longa durabilidade.

Poltrona Moeda, feitas de desperdícios de correias de chapa metálica, de outras séries não continuadas

Moeda Armchair

 

 

Outro exemplo no design de Produto na área de Slow Design :

Josh Jakus produz uma coleção altamente inovadora de carteiras de mão e bolsas, com o nome da UM sacos, e feita a partir de duas camadas de desperdício de fábricas, lã industrial. As formas arquitetónicas e esculturais da coleção de Josh, têm uma simplicidade elegante que  é enfatizada pela cor cinza industrial do material reciclado. Cada uma das bolsas e sacos de Josh possuem  zíperes brilhantemente contrastantes, e que se estendem completamente planos para limpeza a seco, armazenamento ou viagens. Os itens da coleção são desenvolvidos a partir de dois desafios criativos; para fazer uso da densidade, textura, flexibilidade, e a força de lã pressionada , e para transformar uma superfície plana num do volume usando somente a mais simples de operações.

Outro exemplo seria uma empresa italiana chamada mesmo de “Slow Design”.

Esta colecção de potes e jarros feitos de vidro e madeira reciclados, que possuem um carácter muito orgânico e elegante.

Fiasco by Slow Design

Trio, Slow Design

 Caraffa, Slow Design

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s