Design Inclusivo

Foi-nos proposto investigarmos um conceito na área do design e comentá-lo, eu decidi falar sobre o Design inclusivo, que apesar de ser um conceito relativamente recente,  tem sido alvo de grande investigação.

Design inclusivo pode ser designado também como design universal. Tem como finalidade de produzir produtos, ambientes ou serviços usáveis por todos; independentemente da idade, aptidão, ou capacidade física, algum tipo de deficiência ou dificuldade. O design inclusivo pretende desenvolver um produto que seja utilizado pela maior quantidade de pessoas. Essencialmente o campo de estudo do design inclusivo assenta na usabilidade, na ergonomia e na acessibilidade. Enquanto a idade média da população sobe, as expectativas de vida melhoram também e ninguém gosta de ser chamado de velho, ou incapacitado. Os designers continuam a projectar apenas para o homem padrão, jovem e saudável. A ergonomia costuma ser deixada de lado e os poucos projetos que vemos para pessoas com limitações físicas costumam não ser muito simpáticos esteticamente, o que acaba por afectar negativamente a relação emocional entre o utilizador e o produto.

No Country for Old Men

É uma colecção desenvolvida pelo studio Lanzavecchia + Waicomo, como um auxílio no dia-a-dia dos idosos. As peças denonimadas Together Canes, os três apoios móveis que ajudam o usuário a locomover-se dentro de casa podendo transportar consigo diferentes tipos de ocbjetos, numa combinação de mesa e bengala, são consideradas as de principal interesse. É uma grande ajuda, já que o apoio que se faz num andarilho tradicional e carregar algum objecto de um sítio para o outro, torna-se uma grande dificuldade.

Assunta Chair, por sua vez, pretende facilitar o simples acto de se levantar de um assento com mais facilidade. O objectivo é utilizar o próprio peso da pessoa como alavanca na barra de apoio, um simples componente que cria mais estabilidade e dá um empurrão súbtil para se levantar.

Outro exemplo de design inclusivo, são as embalagens de temperos destinadas para pessoas invisuais, desenhadas pela designer Andrea Zeman. A incapacidade visual, ainda não é muito considerada no desenvolvimento de embalagens, com a excepção dos medicamentos. Andrea Zeman, conseguiu através de efeitos táteis, como formas e texturas, uma diferenciação do produto para os deficientes visuais, além do texto em braile.

Universal toilet, é um projecto de design de uma sanita flexível, desenhada por  Kim Chanduk e Hong Youngki. Pode ser utilizada tanto pela população normal como por pessoas com deficiência, o que quebra com o estigma social de instalações deficientes. Para pessoas com deficiência, até mesmo uma sanita dedicada para deficientes, exige esforço manual, principalmente se necessita de cadeira de rodas. Com a universal toilet, os utilizadores não se precisam de virar ou torcer, mas podem simplesmente deslizar para frente, directamente da cadeira de rodas para a sanita. Possui até uma placa de peito, para se constar obtendo mais conforto e estabilidade. Para usuários sem deficiência, a placa de peito serve de encosto. “Universal toilet”, é também bastante eficiente em termos de espaço, já que ocupa apenas um quarto do espaço em relação às instalações sanitárias existentes.

 

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s