Análise sobre Artefactos Inovadores em Design do Produto

Numa aula foi-nos proposto que nos reuníssemos em grupos e analisássemos as nossas diferentes áreas.

20131128_161740

No meu grupo, debatemos como seria possível definirmos o que são artefactos inovadores em Design do produto. Através de uma discussão e uma breve análise, elaborámos um esquema com algumas definições do que seria possível. Dividimos em duas secções que acharíamos lógicas. Uma é a parte funcional/ tecnológica/ material, pois os produtos inovadores devem atender a novos requisitos neste aspectos; e outra secção seria a estética/ simbolismo, que corresponde aos componentes mais visuais e ao valor simbólico e emocional que a peça possui e transmite.

 Artefactos Inovadores

Funcional/ Tecnológico/ Material  

  • Consciência ecológica
  • Ruptura com o actual
  • Nova função
  • Novos materiais e novas utilizações
  • Novas questões
  • Melhoramento do desempenho
  • Actualização

Estética/ Simbolismo    

  • Ruptura com o aspecto e linhas actuais
  • Novos movimentos
  • Novas linguagens
  • Novos materiais e novas utilizações
  • Novas emoções e sentimentos
  • Actualização

Penso que é difícil definir o que é um produto inovador, por ter que se ter em conta diversos pontos em conta. Hoje em dia a ecologia e a sua consciência, é crucial no design;

A atual sociedade de consumo vem alterando de forma cada vez mais perigosa a biosfera. No capitalismo a função da natureza é exclusivamente  promover recursos, mas em contrapartida as consequências são extremamente negativas.

Do ponto de vista ambiental o mundo passa por uma série de modificações, devido a esse processo percebemos o fim do petróleo, escassez de água e aquecimento global, tudo isso fruto da sociedade industrial consumista. Através de um design amigo do ambiente, com materiais naturais, não prejudiciais ao meio ambiente, estamos a evoluir.

Aliado a isto, um produto inovador deve claramente obter uma ruptura com o actual, tendo a capacidade de se abstrair do que actualmente existe, criando algo com novas funções incorporadas,  novos materiais e utilizações, levando a responder a novas questões impostas pelos utilizadores; ou até mesmo o melhoramento do desempenho de algum produto com alguma deficiência de comportamento, fazendo com que haja uma actualização melhorada.

Também a nível estético, um produto inovador, terá de sofrer alterações, rupturas com o actual, criando novos movimentos e novas linguagens. Com novos materiais, o produto ganha uma nova imagem e linguagem, dando também novas utilizações.

A parte estética é maioritariamente, a que mais comunica com o utilizador, a que nos leva a criar ligações emocionais com a peça, criando um laço, uma história. Um produto inovador deve responder a isso, com novas emoções e actualizações através da aparência e estética.

Numa área como o Design do Produto, não espaço para pensar para trás, a inovação é o futuro, e como alunos, temos que estar sempre conscientes do que existe e tenta avançar e evoluir, criando produtos cada vez mais completos e inovadores.

Exemplos de produtos considerados inovadores

Um secador de toalhas que também as desinfecta com os raios UV

Imagem

Impressora movida com energia solar

Imagem

A cafeteira que faz o café de acordo com sua preferência pessoal

Imagem

Um sofá que levita através de um íman potente

Imagem

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s